Menu fechado

Criado na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro, Eduardo Carvalho Bandeira de Mello nasceu no Humaitá, em 22 de março de 1953. É filho de Jorge e de Maria Ilza. Formado em Administração pela UFRJ, trabalhou no BNDES por 35 anos e foi presidente do Flamengo por duas gestões, nos triênios 2013-2015 e 2016-2018. Casado com Ana Lucia, Bandeira tem três filhos: Leonardo, Fábio e Marcelo; e dois netos, Diego e Anna Clara.

Clique e navegue entre as datas:

Nasce no Rio de Janeiro, na capital, no bairro Humaitá, na Zona Sul. Cresce na Tijuca, na região conhecida como Usina, sub-bairro da região localizado entre o Alto da Boa Vista e a Praça Saens Peña.

Inicia seus estudos no Colégio de Aplicação da Universidade do Estado da Guanabara, atual CAp-UERJ. 

 

Aprovado no vestibular para o curso de Administração na Universidade Federal do Rio de Janeiro. 

Formado pela UFRJ, interrompe seu mestrado para prestar concurso para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Aprovado, inicia sua longa trajetória na instituição. 

 

Torna-se sócio proprietário do Clube de Regatas do Flamengo, seu time de coração. 

Depois de 19 anos atuando em várias áreas do BNDES, ingressa na recém criada Área de Infraestrutura Social do BNDES, executando diversas funções até o ano de 2004, incluindo a operação do PMAT, programa de apoio à gestão municipal.

Como reconhecimento de sua capacidade de gestão, é convidado a assumir a chefia do Departamento de Meio Ambiente do BNDES, executando diversas ações em prol do desenvolvimento sustentável, entre elas a participação nas Conferências do Clima e a formulação e gestão do Fundo Amazônia.

Eleito pela Chapa Azul para a presidência do Flamengo.

  • No terceiro dia do ano, assume a presidência do Clube de Regatas do Flamengo, tornando-se seu 74º presidente. Inicia um levantamento minucioso e constata a existência de uma dívida em torno de 800 milhões e mais de 600 ações trabalhistas.

  • Profissionaliza toda a gestão selecionando, no mercado, executivos para gerir todos os setores do Clube.

 

  • Os esportes olímpicos já começam a dar resultado.

  • Time masculino de basquete do Flamengo é campeão do NBB (Novo Basquete Brasil). O título, que não era conquistado desde 2009, se repetiu em 2014, 2015 e 2016. Foram 4 títulos de NBB nas gestões de Bandeira do Mello à frente do clube. O basquete masculino passou a ser reconhecido como o “orgulho da nação”.

  • Após 36 anos dedicados à instituição, Bandeira de Mello aposenta-se do BNDES.

Time de futebol masculino do Flamengo é campeão da Copa do Brasil, mesmo num momento de ajuste de contas e aperto na gestão. 

 Time masculino de basquete do Flamengo é campeão da Liga das Américas, derrotando clubes de países como Argentina, Porto Rico, Uruguai e Venezuela. Em ano premiado para a modalidade, o time masculino também foi campeão da Copa Intercontinental de Basquete, derrotando o Maccabi Electra, de Israel.

Ainda na metade de sua primeira gestão à frente do clube, o Flamengo recebe o prêmio de Clube de Melhor Transparência Financeira do Prêmio BrSM de Gestão do Futebol Brasileiro.

Jornal New York Times publica reportagem reconhecendo que o Flamengo é o único clube a se salvar do “caos financeiro do futebol brasileiro”.

 

Reeleito para a presidência do Flamengo, com uma votação ainda maior do que na sua primeira eleição. 

 

  • Projeto de Futebol Feminino do Flamengo é reativado, em parceria com a Marinha. Já nesse primeiro semestre o clube é campeão nacional da modalidade.

  • O investimento nas categorias de Base começa a apresentar resultados. O time masculino de futebol sub-20 do Flamengo é campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior, feito que voltou a se repetir em 2018.

Como reconhecimento de sua capacidade de gestão, é convidado para chefiar a delegação da Seleção Brasileira de futebol masculino na Copa América Centenário. Declinou convite para focar sua atuação no Flamengo, que naquele momento passava por dificuldades no campeonato brasileiro de futebol masculino.

Inaugura o primeiro módulo do Centro de Treinamento George Helal, local que passou a ser utilizado pelos atletas profissionais do Futebol.

Escolhido como “Administrador do Ano” pela Faculdade Estácio de Sá.

Eleito “Presidente do Ano” pela Fenaclubes (Confederação Nacional dos Clubes). 

Candidato a deputado federal pela Rede Sustentabilidade Sustentabilidade, Bandeira de Mello recebe 38.500 votos, sendo o mais votado do partido. 

 

  • Os atletas da Base são transferidos para o Módulo 1 do Centro de Treinamento. 

  • Time masculino de basquete do Flamengo campeão da recém-criada Copa Super 8.

  • Dá posse para Rodolfo Landim como novo presidente do Clube de Regatas do Flamengo. Após duas gestões entrega o Clube com um faturamento 4 vezes maior e uma dívida de menos da metade do que recebeu, além de uma estrutura moderna e recursos para “vencer, vencer, vencer” como diz a nossa marcha.

Assume a direção do Instituto Nacional de Eficiência Energética, que tem como missão promover a transformação e o uso eficiente de todas as formas de energia para alcançar uma economia mais saudável, meio ambiente mais limpo, maior segurança quanto ao acesso à energia e bem-estar da sociedade.

É candidato a prefeito da cidade do Rio de Janeiro pela Rede ao lado da jornalista Andrea Gouvêa Vieira, que disputou como vice na chapa.

Rebeca Andrade, atleta formada pelo Flamengo, conquista medalha de ouro nas Olimpíadas de Tóquio.  

Filia-se ao PSB e é escolhido para pleitear uma vaga como pré-candidato a deputado federal pelo partido.